InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 EPISÓDIO 01 - O lugar de onde vem o herói!

Ir em baixo 
AutorMensagem
veras22

avatar

Mensagens : 8
Duelista : 11
Data de inscrição : 13/05/2013
Idade : 30

21052013
MensagemEPISÓDIO 01 - O lugar de onde vem o herói!

Nome/Nick do Autor: Ejohansson Veras
Nome da Fanfic: Yu-Gi-Oh! Maxxion
Classificação: Heterosexual
Aviso: 12+ (Linguagem Imprópria, Violência)

EPISÓDIO 01
Desafio! O lugar de onde vem o herói!


É cedo pela manhã. Em uma vizinhança tranquila, há um certo movimento além do normal em uma rua da cidade de Matriz. Dois caminhões estão na porta de uma das casas da vizinhança. Alguns homens entram e sai da casa levando algumas caixas para fora, a fim de que possam ser colocadas no caminhão de mudanças. Uma jovem mãe que sai de dentro da casa, desviando rapidamente dos homens que se movimentam freneticamente, e vai acompanhar tudo em meio a rua, dando algumas instruções para eles.

-Por favor, tenham cuidado, minhas louças de herança estão nessa caixa...

Um dos homens deixa umas caixas cair e faz o maior barulho. A mulher rapidamente o repreende.

- O que eu lhe disse!? Ahrr, não se pode esperar nem algo tão simples, como delicadeza, de vocês??? Eu já pedi para terem cuidado!

- Desculpa moça... - o homem que derrubou a caixa fala - Prometo que não vai acontecer mais...

- É bom mesmo, se não não vocês terão que pagar todo o prejuízo!!! - responde a mulher aos berros.

Ela desvia seu olhar do homem e vê na esquina um garoto que parece estar aborrecido, enquanto observava toda a movimentação da mudança.

- Lukas!!! - grita a mulher em direção ao menino.

Ele apenas observa e sai andando até entrar em uma esquina e sumir do campo de visão dela.

- Ah, esse garoto... -diz a mulher com ar de irritação.

Outro estrondo, mais um homem derruba outra caixa.

- O QUE FOI QUE EU FALEEEEEEI????

Andando sobre uma ponte vazia o jovem Lukas para e observa o rio que segue tranquilamente seu caminho.

- Não é justo... eu não quero ir em bora... -reclama baixinho para ele mesmo.

- Hora, hora, hora... se não é o fedelhinho sem pai... -fala um garoto que se aproxima, rindo de forma irônica e com um olhar ameaçador.

Outros dois garotos estão com ele, e ambos estão rindo da situação de vantagem em que se encontram.

- Kevin... -diz o jovem Lukas já serrando os punhos.

- Parece que você se perdeu da mamãezinha, não é? Hahahahahaha... agora você deve ser punido por isso... -diz Kevin, já se aproximando de Lukas.

- Eu não tenho medo de vocês... -fala, Lukas, rapidamente mas deixa passar um ar de medo em meio às suas palavras.

- Mesmo? Hahahaha... dá pra ver daqui suas pernas tremendo, pirralho... Você morre de medo... de MIM! -rapidamente Kevin serra os punhos e lança um soco em direção à Lukas.

Alguem surge do nada e segura o braço de Kevin em pleno movimento.

- Mas o quê...? -diz Kevin ja fintando quem havia se intrometido.

- Você sabe que eu não gosto de te ver ameaçando o Lukas, não é Kevin? -diz o rapaz, mais velho e maior que todos ali.- Se a sua coragem for tão forte quanto o seu deck, então você devia dar um fora daqui... -diz o rapaz de forma ameaçadora.

- Ehr....A gente já tava de saída mesmo... Nos vemos de depois, Luk.

Kevin e seus dois comparças saem olhando para tras conferindo a presa que escapou por entre seus dedos.

- Você tá legal? Eles fizeram alguma coisa com você? -pergunta o rapaz.

- O que você tá fazendo aqui, ó grande policial Rafael? Achei que a essa hora estivesse de serviço...

- O quê? E deixar você ir em bora sem me despedir? Sem chances! Você é meu camarada e eu não vou perder a chance de me despedir! -responde Rafal com um largo sorriso no rosto.

- Tanto faz... -responde Lukas rispidamente.

- Qual é..? Se anima cara! Você não tá feliz?

- Mais ou menos... é que a minha mãe parece não se importar muito com minha opinião... eu ja moro nessa cidade a muito tempo e eu não quero ir em bora... não quero ficar sem meus amigos...

- Eu te entendo, cara. Eu ja me mudei muitas vezes... eu já até morei numa caverna com lobos... eu aprendi a cozinhar com eles....

Um rápido silencio é finalmente quebrado por Lukas.

- Mas é diferente, Rafa... vamos nos mudar pruma cidade chata... Dominó City é uma metrópole... não é tão divertido como aqui.

- Pode até ser verdade, mas você parece ta se esquecendo duma parada muito importante...

- Do quê? -endaga Lukas interessado em saber.

- São dos desafios que nascem os heróis. Você vai se mudar e vai pra outra cidade, conhecer gente nova e tal. Mas talvez seja isso que você esteja procurando. Eu sempre te ouço reclamando de tudo... até desse lugar. Bem, talvez seja lá onde você deva estar. Na mesma cidade em que os grandes Reis já estiveram...

- Os grandes Reis?

- É... Yugi, Jaden, Jack, Yusei... tantos outros. Eles foram os reis de Monstros de Duelo. Além disso, estiveram sempre envolvidos em causas para salvar o mundo e torná-lo um lugar melhor... melhor para aqueles que eles amam.

- Um mundo melhor... -diz Luk pensativo.

Rafael segura Luk e bagunça o cabelo dele.

- Pois é carinha! Eles fizeram sua própria história. Talvez esteja na hora de você fazer a sua.

Luk fica envergonhado mas parece ter entendido a mensagem.
Rafael meche em seu bolso e tira algo de lá.

- Aqui, esse é o meu deck. Eu to montando ele há um tempo para poder competir pela copa do Rei em Dominó. Um dia meu nome também será lembrado para sempre...

- Deck? Hum, eu sempre ouço falar desse jogo... mas não sei qual a graça em brincar com cartas de papel... -Lukas ri menosprezando o jogo.

- Isso é porque só quem já esteve em um duelo pode entender tudo isso. Monstros de Duelo é algo fora do comum.

- Sei... e como se joga isso? No bafo?

- Haha. Não, cara! Você precisa ter um deck de 40 a 60 cartas. As cartas são divididas em 3 grupos: de monstro, de spells (mágicas) e de traps (armadilhas). Cada uma tem seu sub grupo. Os monstros servem para batalhar e as outras duas servem de apoio para o seu deck. Além disso tem seu extra deck, onde ficam seus monstros de invocações avançadas, e seu side deck, onde ficam as quinze cartas que você pode adicionar ao inicio de um novo duelo, substituindo outras que você não precisa usar.

- Hum... me explica mais?

(algum tempo depois)

- Nossa, parece bem complicado. Mas acho que entendi como se joga... - Lukas fala desconcertado.


- Então vamos duelar! Você vai aprender rapidinho comig-

Ambos são interrompidos pelo rádio que Rafael leva na cintura.

- ATENÇÃO, UNIDADES. RECEBEMOS UM DENUNCIA DE UM INCÊNDIO NO BLOCO 5. UNIDADES SE DIRIJAM PARA LÁ A FIM DE PROMOVER CONTENÇÃO.

- Ehr, o dever me chama! Faça uma boa viajem, amigo. Nos falamos depois, eu passo na sua casa pra ajudar na mudança.

Rafael parti rapidamente se dirigindo ao local. Lukas fica apenas observando seu amigo ir.
Finalmente Rafael chega ao incêndio. O fogo está consumindo todo um galpão e as pessoas da vizinhança estão saindo de suas casas e deixando o local. Rafael ajudas elas e vê que alguem está em uma janela do galpão, aparentemente no 2º andar dele.

- Os bombeiros vão demorar? -pergunta Rafael para um de seus companheiros de polícia.

- Eu não sei! -responde o homem que tenta guiar a direção mais segura para as pessoas.

Rafael frisa outra vez a janela e parte correndo em direção à porta do galpão. Ele tenta achar um caminho seguro para subir até o 2º andar.
Lukas, ainda na ponte, olha para o rio e vê algo relusindo dentro dele.

- O que é aquilo?

Ele desce rapidamente e estica o braço para dentro do rio, alcançando o objeto relusente.

- Hein? Isso é tipo uma pedra de ouro... deve valer alguma coisa...

Um forte estrondo é ouvido. Ele rapidamente olha em direção ao estrondo e vê uma grande quantidade de fumaça negra serrar o céu em crepúsculo.

- Essa não...

Lukas parte desesperadamente em direção à fumaça.

No local do incêndio, Rafael esta dentro do galpão procurando aquele que ele havia visto na janela.

- Senhor? Senhor!? -grita Rafael tentando descobrir onde a pessoa que estava na janela do galpão está.

Rafael então vê uma pessoa no canto da sala. Ele vai rapidamente e tira o cobertor que estava sobre a pessoa. São apenas escombros amontoados. Rafael olha pela janela lateral do prédio e vê Kevin e seus comparsas dentro do prédio vizinho rindo e segurando uma chave que abre a janela onde ele e seus comparsas estão.

- Vamos ver se um herói nasce mesmo desse tipo de situação! -Fala Kevin em voz alta para Rafael enquanto seus amigos riem da perigosa situação.

O local por onde Rafael veio está fechado pelas chamas, ele respira com dificudades e não consegue achar um caminho seguro para sair.

Lukas finalmente chega ao local e vê Rafael pela janela. Ele olha á sua volta para procurar um meio de chegar até ele. Percebe que o prédio ao lado, o mesmo onde Kevin e seus comparsas estão, do armazém tem suas janelas próximas a ele. Ele entra rapidamente no prédio e sobre até o segundo andar. Vê uma porta aberta e entra rapidamente. Lá ele se depara com Kevin e seus comparsas.

- Ora, ora, ora... parece que ganhamos na loteria! Dois coelhinhos em uma cajadada só! -fala Kevim rindo.

- O que você fez!?? -pergunta Luk.

- Eu só estou formando heróis!

- Maldito!!!

Lukas parte para cima de Kevin, mas é derrubado por um soco do comparsa grandalhão. Logo Kevin e seus comparsas começam a surrá-lo e a chutá-lo.
Lukas olha para a janela e vê Rafael tossindo, já intoxicando pela fumaça.

- Tudo bem, já chega. Esses dois aprenderam a lição... hehehe -fala Kevin atirando a chave em direção à Lukas e andando em direção à saída.

Lukas se recupera rapidamente, se levanta e usa a chave para abrir a janela da sala. Ele então chama por Rafael.

- Rafael, por aqui! Vem rápido!

Rafael, com suas ultimas forças, pula da janela do armazém para a janela do prédio onde Lukas está. Ele puxa ar e se vira para Lukas.

- Obrigado amigo... você me salvou.

Lukas olha para a porta e quando já ia partindo para enfrentar Kevin, Rafael o segura.

- Espera, Luk... Aqui, se você quer mesmo acabar com ele, use isso. -Rafael entrega seu deck para Luk.

- Mas eu não sei usar isso...

- Você não precisa saber. Ele vai te guiar... agora vai!

Lukas sai correndo dali procurando Kevin. Rafael, muito fraco, fica de joelhos no chão.

- Lukas, esse é o seu primeiro desafio... -Rafael cai e desmaia.

Lukas corre em meio as ruas a procura de Kevin e finalmente o avista logo a frente.

- KEVIN!!! -grita Lukas.

- Hehr, quer dizer que você não desistiu? Será que eu vou ter que te enfiar em um armazém pegando fogo também pra você aprender?

Lukas mostra o deck que recebeu de Rafael.

- Um desafio! -diz Lukas.

- Você quer me enfrentar em Monstros de Duelo? -Diz Kevin olhando para seus amigos.

-Hahahahahaha -todos os três riem.

- E o que eu ganho com isso, além da vergonha de enfrentar alguem que nem sabe duelar? -pergunta Kevin.

- Esse deck! Se você me vencer eu te deixo ficar com o deck do Rafael!

- O deck do Rafael, é....? Isso vai ser bom de mais!

Kevin põe seu disco de duelo.

- Anda, dá o teu disco pra ele! -fala Kevin para um de seus comparsas.

Ele entrega o disco de duelo para Lukas. Lukas o instala e toma posição.

- Isso vai ser de mais!!! -diz Kevin.

-Duelo! -Kevin e Lukas afirmam, dando inicio ao duelo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário

 Tópicos similares

-
» Blog Episódio G, eventos.
» Preços SUUUUUUPER baixos!!!
» Onde expor/guardar os cloths (?)
» [Dúvida]onde comprar
» Revista Monet fez a eleição dos 100 melhores desenhos e colocou Os Cavaleiros do Zodíaco em 68º lugar!
Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

EPISÓDIO 01 - O lugar de onde vem o herói! :: Comentários

Nenhum comentário.
 

EPISÓDIO 01 - O lugar de onde vem o herói!

Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Royal Xtreme Duel :: Descontração :: Yu-Gi-OH! Fanfictions :: Yu-Gi-Oh! Maxxion-
Ir para: